quinta-feira, 18 de março de 2010

I'm back...


Há quanto tempo não vinha aqui... Já sentia saudades confesso. Mas para vir aqui deixar queixumes, penso que deles todos estamos cheios, cada um com o seu, e os tempos não têm sido nada fáceis. Mas o Pensamentos não podia deixar morrer...

E como sendo um cantinho meu que encaro como uma espécie de diário, muitas vezes deposito nele pensamentos que normalmente não tenho em conversas de café, e como gosto de um pouco de polémica e temas controversos, hoje dedico-me a um que acho interessante, aliás já falado aqui por diversas ocasiões mas com vertentes diferentes...hoje acrescento-lhe mais uma.

Todos temos blogs onde escrevemos o que queremos, uns com um propósito, outros com outro, uns numa vertente, outros noutra, e criamos até certo ponto uma imagem de cada um pela escrita,uma espécie de espelho, nem sempre correcta mas é inevitável que assim seja. Debruço-me sobre a vertente mais "suis géneris", mais infernal e menos inocente,será que essa imagem mudaria? Por certo que sim para maior parte das pessoas, porquê? Será por preconceito? Rótulos e pré-definições? Mente fechada e pequena? Razão de ser? Cada um responde por si.

Nunca fui nem sou preconceituosa, defeito incorrigivel quanto a mim, apenas mostra ignorância pelo que desconhecemos e não queremos conhecer sequer, e é mais fácil afastar o que nos faz confusão do que se tentar inteirar se será mesmo assim. Falando de blogs, se eu tiver por exemplo um blog com conteudo para maiores de 18, a vossa imagem de mim muda? Conhecendo-me deste universo saltando para um bem diferente, será que a minha imagem passaria de menina imaculada para cabra safada? Questão que permanece...

Vejamos as coisas por este prisma:
Imaginemos que alguém tem um, cria amizades através dele, e dá a conhecer cantos menos "calientes", por certo será visto como um complemento a uma vertente de alguém, bem encarado,mas e se for ao contrário? Não surgirão aqueles tipicos " Ahhhh", "Ohhhh", "Quem diria?!?! Que cabra!" blá blá blá, e nem estou para palavrinhas meigas quanto ao assunto. Sairiam coisas como "não diria, mas olha que nunca me enganou", "deve andar à procura de alguma coisa", mas isto tanto no campo feminino como no masculino claro. Se bem que ao Homem sempre tudo foi permitido e aplaudido, e longe de mim dar uma feminista, apenas constato factos, já a mulher seria vista como promíscua, leviana, profana e mais não sei o quê, o que me remonta a um post antigo, onde falava sobre a compra de uma Playboy que fiz e de mentalidades com as quais lido diáriamente.

Estarão as pessoas preparadas para aceitar esse lado como um lado que todos possuimos? O sexual? Ou seremos todos meninos e meninas que não partem um pratinho e depois destruimos a loiça toda dissimuladamente?
Nunca se deve julgar um livro pela capa, assim como não somos ninguém para julgar um outro alguém, não possuimos esse direito.

Nina's back! Mais polémica que nunca...

4 comentários:

antonio - o implume disse...

Sejas bem vinda! Eu não parto um prato mas não me importo de espreitar...

izzie disse...

Saudades imensas!
Que bom ler-te e assim cheia de ideias e garra!

Ora... sim, em muitas mentes o conhecer o lado lunar, o lado quente, o lado intimista pode mudar imagens... mas isto se estiverem mal formadas desde início... digo eu.

Beijo grande,

Korrosiva disse...

É isso mesmo que dizes no fim.. nunca julgar um livro pela capa, porque quem vê caras não vê corações.
E se frequentados determinados blogs é porque de alguma forma espelham aquilo que somos.

beijinhoss e bem voltada :))

Lukas disse...

Three months later..

Voltas em grande,e com um tema que esmiuçando todas as vertentes,teremos as mais diversas opiniões. Quanto a mim,a tua imagem não mudaria,não por seres mulher e pela curiosidade que isso suscita,mas porque ja te conhecendo neste lado,o outro seria apenas a descuberta de um outro tão natural em cada um de nós. Digo natural porque o é mesmo,
mas,e revertendo a situação? Alguem com um blog desses "suis géneris",estariam sim,as pessoas perparadas para este lado tão ou mais íntimo?! As reacções,seriam as mesmas em ambos os casos? A mim preocupa-me mais o inverso,e preservaria-o mais,mesmo sendo uma mente aberta,agiria assim. Mas como em tudo,as opiniões divergem e esta é a minha. :)

Beijos e ainda bem que estás de volta.