domingo, 19 de abril de 2009


Nas minhas voltinhas aos blogs de eleição dei com um post que francamente adorei, e pus-me a pensar nele, irra que penso demais!!!! Não significa que seja super-hiper-mega-ultra inteligente, mas os neurónios não sabem o que é a palavra parar, o que fazer?

A gatinha Aralis escreveu que leu um livro impecável, que certamente vou ler nina, nem que seja para fazer o que mais gosto, rir à gargalhada, e nem quero saber das rugas de expressão, vou ao Dr. Preciso de ajuda e resolvo. O livro "Easy Jet 7 -Manual para Alpinistas Sociais" por Flávio Furtado, que retrata uma das coisas que mais amooooooo nesta vida, o socialite, a brigada do crûquete!!!!! Não vou falar do mesmo, até me apetecia, mas a minha questão é outra, é algo que me tira do sério,deixa-me os nervos em franja, revira as órbitas e ferve o sangue...Os que se julgam melhores que os outros, ou seja, a generalidade dos novos ricos. Morando eu na zona em que todos eles páram, já assisti a cenas que não lembra o Diabo, de dar vontade de os fazer lamber pedras e coisinhas verdes coladas nas secretárias dos putos de escola, para não dizer pior.

Trabalhei muitos anos em hotelaria e restauração num dos hoteis mais conceituados de Vilamoura(já não é o que era...)em que as 5 estrelas na altura eram mesmo um estatuto de luxo, não agora, onde ele se perde pelo cano. Ver criaturinhas de BMW a chegar ao Marinotel e a desdenhar até o simples bagageiro que com esforço carregava entulho, desculpem, malas de viagem e saquinhos do Lidl com atum enlatado e salsichas da pior marca possivel, ver piruas emproadas a cheirar a Channel com a mania que os cágados comem alpista dizerem às recepcionistas "Sabe quem eu sou?????? Sou Fulana X ou Y", como se isso fosse sinónimo de melhor tratamento, cabras....

Desculpem mas não posso com esta gente! Falam do Algarve, é assim e assado, mas caem cá todos como moscas no mel. Um vez tive uma cena,trabalhava num restaurante em Vilamoura também,em que um casal vindo de Cascais,parecia que tinham engolido duas vassouras e nem quero pensar por onde, e que arrogantemente se sentou e me tratou como lixo...

Pediram sardinhas grelhadas e frisaram com afinco que eram conhecedores delas,e sabiam logo ver se eram frescas ou não,com um dedo no ar como se eu estivesse na escola a levar um castigo. Não sou de me ficar para trás, e a confiança com o meu chefe era enorme, comparça para tudo e mais alguma coisa( que saudades...) e contei-lhe, notou a minha neura. " Ai sim? Vamos ver se sabem mesmo ou não", e apesar de termos sardinhas do mais fresco possivel, mandou o cozinheiro arranjar duas doses de sardinhas congeladas, que são tão boas como as frescas atenção, não fiz nada tipo o que se vê nos apanhados.

Comeram, lambusaram-se e perguntei com um sorrisinho sarcástico que raramente uso, se estavam boas e fresquinhas. "Estavam optimas!", que vontade de lhes espetar a cabeça na arca congeladora de onde elas tinham vindo.... Gente sem nível ou educação, que pensam que Vilamoura é chique! Hoje trabalho com donos de mansões na Quinta do Lago, fortunas incálculáveis, e a simplicidade é tanta como as notas de 500€ e as offshores, com carros que metem os BMWs desses ignóbeis no cu,e a simpatia é uma constante, o boa tarde ou bom dia existe, o desculpa entra no vocabulário deles, o obrigado serve como dialecto. Com dinheiro para comprar a Channel, com dinheiro para comprar empreendimentos que nem se imagina, são pessoas que têm a capacidade de serem pessoas, não como esses parasitas que em Quarteira estão no banco e gritam ao telemóvel que estão em Vilaomoura!!!

É só pensar neles que me enervo logo.... Amostras de gente, que vêm a festas da treta, com gente de treta, e que pisam nos outros, esquecem-se que a subida é longa mas a queda é vertiginosa,que julgam que os cartões gold que pagam às mijinhas o ano todo e comem sandes para os pagar, compram a dignidade dos outros.

Já tive gente que entrou pela porta adentro de calções e tacos de golf na mão, que pagou mais de 2.000€ em seguros a dinheiro, não com cartões de crédito e que ainda me disse que a mulher tinha levado outro tanto para o shopping, que era só apanharem-no bem disposto que lá se ia a conta á vida, mas com um sorriso franco, não com ar de ser melhor do que eu,não a esfregar na minha cara que tinham mais que eu.

Detesto o Algarve no Verão por causa destas aves raras, alforrecas de àgua doce, bolas de berlim com creme azedo, detesto, detesto, detesto!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

E tenho dito!




18 comentários:

korrosiva disse...

Eu como trabalho numa loja de roupa para "tias" lido com todo o tipo de aves-raras..

Não posso deixar de frisar que felizmente a maior parte das minhas clientes são pessoas com muito dinheiro e com uma enorme boa educação. Tenho essa sorte! ;)

beijinhoss

Emigrante disse...

Adorei o teu (como chamar-lhe, talvez desabafo) post.
Não entendo, nunca entenderei a arrogância do novo-riquismo.
É incompreensível que o ser humano não se enquadre.
Porquê precisar do efeito sobre os outros para mostrar e afirmar da sua própria existência?
Só mesmo a pequenez de espírito explica tal.

Boa noite amiga

Teresa

Milésimo disse...

Por acaso tambem vi esse post da Aralis e tenciono ver esse livro.
Sobre essas pessoas nem vale a pena falar pois nao devemos perder tempo com isso a não ser para dar umas gargalhadas.
E foram muitas as que dei no post da Aralis.
O teu tambem está interessante mas não te enerves senão começas a comer gomas que nunca mais acaba.

Tem uma optima semana

Beijos Vip

mjf disse...

Olá!
Cheguei até ao teu cantinho, saltando aqui e ali...
Gostei do que afirmas ;=)
Eu acho que tudo se resume ao berço de cada um...
Áh! e um bocadinho de chá...também faz muito bem...
Voltarei

Beijocas

Inconstante disse...

mas não se safam, nem pintado de ouro, o cheiro a podridão é interior, vem com a respiração...

Storyteller disse...

Nas minhas andanças profissionais, tenho lidado (infelizmente!) bastante com a turma do croquete/brigada do rissol. São poucos os que encontrei que valham a pena, que tenham alguma coisa verdadeiramente interessante para dizer ao mundo. É triste que não saibam comportar-se com os outros que os rodeiam e que tentem sempre «esfregar na cara» das outras pessoas o que têm e o que tencionam vir a ter.
Realmente, a falta de educação e de respeito é cada vez mais frequente em todas as camadas da sociedade e extraordinariamente visível nas aspirantes a socialites!
Mas não desesperes; são pessoas que não valem a pena o teu desespero. Porque lhes falta muitooooooo chá!

DANTE disse...

Já eu detesto o Algarve o ano inteiro! lollllllllllllll

Beijo :)

Antonio saramago disse...

Mas que desafos!!!!
Oportunos sim sinhor!!
Ainda bem que já não trabalhas no Restaurante, porque ainda podias calhar-me um dia, UFFA!!!
Mas minha querida, gentalha dessa é o que cada vez´há mais, prazer de se fazerem grandes, de enxovalhar quem trabalha com dignidade e afinal, a maioria até não têm onde caír mortos!

Moonwisher disse...

Olha lá... estás me a chamar de Ave rara?
Ai moça... "mas que modos..." lol
Pronto... já não vou para os Algarves...
Bem... eu "tio" não sou... bem.. .quer dizer... até sou... mas só do Gustavo... o meu sobrinho... ok... pronto... mas ao menos ainda compro atum Bom Petisco! lol
Bj... vá... desta vezes Bjos!

Carlos Barros disse...

Aparece que vais gostar:
A Fronteira do Caos Editores e o autor convidam Vossa Excelência para a sessão de lançamento do livro, O Ladrão de Livros da autoria de Carlos J. Barros, a ter lugar no próximo dia 25 de Abril pelas 18 horas, na Livraria Alêtheia. A apresentação pública do livro será da responsabilidade de Paulino Coelho.

Beijo

LopesCa disse...

Ter dinheiro não é o mesmo que ter nível :S

izzie disse...

Por acaso vou para o Algarve este Verão... para Vilamoura e tudo! Ooops! ;)
Mas conheço essa partezita... quando passo pela Marina, claro! Cof! Cof!... porque eu sou das que vai ao Lidl às marcas roskof... mas tb não me ponho a avaliar sardinhas ;)

Beijo grande,

Ninja! disse...

Hehe, compreendo-te. =)

sonhos/pesadelos disse...

Korrosiva, podes-te considerar sortuda sim...
bjs endiabrados

Emigrante, infelizmente são mais os casos assim do que os que não existem motivos de reclamação...
bjs endiabrados

Milésimo, o meu post não foi mesmo para rir, a intenção não foi essa, foi exorcizar os espiritos maus!
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

mjf, muito obrigada pela visita e comentário, fico contente que tenhas gostado. também acho que passa por uma questão de berço...ou falta dele!!
bjs endiabrados

Inconstante, acho que só pela maneira de olhar se topam estas aves raras...
bjs endiabrados


StoryTeller, eu bem tento,mas quando me toca a mim...não sou mais do que os outros, mas tb não sou menos! gentinha...
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Dante, eu cá adowooooooo o Agarve, não é meu mas é quase como se fosse!
bjs endiabrados

Antonio, sei bem que não és assim, mas se fosses...ai nino, não calhasses comigo!eh eh
bjs endiabrados

Moonwisher, olha que assim não te sugos de limão...vais ver!loool
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Carlos Barros, vou espreitar sim!
bjs endiabrados

LopesCa, acredita que não andam de mãos dadas...devia de ser algo indissociável à pessoa, não adquirido!
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Izzie, o facto de comprares sardinhas ou atum Lidl ou Bom Petisco, não te diminui como pessoa, enaltece. mas é caricato ver pessoas que apregoam mundos e fundos fazerem isso, a educação não se paga e tem retorno!
vai uma saladinha de atum Minipreço?
bjs endiabrados

Ninja,posso-lhes bater então? deixas????
bjs endiabrados