sexta-feira, 27 de março de 2009


Ontem estava eu num dos raros momentos em que me sentei em frente ao televisor a fazer zapping quando parei num canal de gaijas, onde estava a dar um programa de gaijas (segundo dizem) e deixei-me ficar a ver. O tema da Oprah era sobre animais de estimação, mais precisamente sobre cães e quintas de cães, vulgarmente conhecidas como casas ou quintas de criadores de puros sangues, onde se punham a nu certos comportamentos desumanos a que eram submetidas as criaturas...

Actos desconhecidos a muitos, como o programa dela gosta de mostrar e dou a minha mão à palmatória, ela é soberana no que diz respeito ao chegar lá no fundo de cada um, mesmo que muitos achem um programa de gaijas, já me fez verter muitas lágrimas, como ontem mais uma vez o fez, ou não fosse eu uma.

No fundo como imagem apareciam vários cães, todos eles haviam sido salvos de quintas como as que mostravam com cameras ocultas, fruto de sevícias e maus tratos que nem ouso pensar neles, quão crueis eram.... Cadelas com olhar triste, crias com olhares perdidos como se chorassem por um afagar de pêlo, que nunca haviam sentido, quintas umas atrás das outras com centenas e centenas de cães puro sangue (dizem que os rafeiros é que são menosprezados)a serem fechadas e cães a serem encaminhados para verdadeiras casas de refugio à espera de alguém que lhes desse um pouco de calor humano...

Isto para mostrar como mesmo os cães que estão à venda em lojas, onde se pagam balurdios por eles, com pedigrees e mais não sei o quê são alvo das maiores atrocidades cometidas. Se já estava sensibilizada e comovida, então quando apareceu um cão menina como diz a Iris é que as lágrimas correram...

Uma Spitz Alemão, cor de fogo como o meu pequeno Lobinho, salva de um local daqueles na mão de um dos directores de uma organização de salvamento e começou a relatar o que lhe tinha acontecido. Não tinha metade da patinha esquerda porque a tinha prendido num buraco da jaula de aço onde estava confinada, e o desumano( não lhe vou chamar o que devia porque sou uma lady) em vez de cortar o aço achou que se lhe cortasse a pata não estragava a jaula!!!!!! Não tinha a orelha direita porque numa rixa tinha ficado sem ela, uma cadelinha com 1 ano... Os olhinhos dela eram de uma doçura de cortar o coração,pedia sem falar um mimo, um carinho,um chamego.

Felizmente tinha encontrado um lar disposto a acolhê-la, com tudo a que tinha direito, ela e muitos outros, inclusivamente havia uma senhora que tinha criado a quinta que o nome nunca me se me há-de esquecer, "Angel's gate" ou em português o "Portão dos Anjos" onde aceitava todos os cães que mais ninguém queria, com malformações e deficiências, sem patinhas, sem verem ou cheirarem, sem serem perfeitos, foi de cortar a respiração ao ver tantas criaturas feias a muitos olhos e corações mas belos para ela, perfeitos a seu jeito e o zelo e primor com que tratava deles e falava deles, com ardor na voz, alegria por cuidar deles.

Desde que o programa tinha ido para o ar, choviam telefonemas, emails a oferecer ajuda com comida, donativos, de tudo!!! Ela chorava de alegria pela bondade de alguns em contraste com a malvadez de outros.. Claro está que ao mesmo tempo que choviam emails a agradecer, também entravam emails de criadores de renome, que acusavam-na de manchar a sua reputação, respondendo ela simplesmente que não, apenas era uma maneira de distinguir os bons dos maus e alertar as pessoas para que quando adquirissem os seus cães tivessem o cuidado de saber de onde vinham, que pedissem o contacto dos criadores e falassem com eles, apurando assim a sua origem e bons cuidados.

Resumindo, foi mais uma demonstração de como algumas pessoas podem ser crueis, e outras bondosas. Foi mais uma demonstração de como os animais, cães neste caso, são maltratados, ainda cachorros, pequenos e indefesos, submetidos a uma existência dolorosa, sem o merecerem. Fiquei doente!!!! Ver e imaginar o meu bichinho, naquelas condições, sem receber o afecto que merecia, em vez disso, receber angústia, sofrimento...

Minha gente,vamos a cuidar dos nossos quatro patas que nos mostram rabinhos a abanar de contentamento assim que nos vêm, vamos a dar-lhes o mesmo que nos dão a nós, companheirismo, atenção, colo, miminho!!!!


Rauf Rauf....

23 comentários:

★ Aralis ★ disse...

Vi esse programa, apesar de não ser assídua da Oprah, mas como era sobre caezitos e perdi o meu há pouco como sabes... vi... é de facto maravilhoso ver como há pessoas que ainda fazem do nosso mundo um lugar melhor, salvando animais ou pessoas!
Haja iniciativas!

jokitas

Kate disse...

Excelente post. Parabéns.

Beijinho

OnlyMe disse...

Sabes que nem todos pensam como tu ou eu, que tenho dois cães actualmente e sempre tive cães em minha casa desde miúda. As pessoas acham muita piada aos animaisinhos quando são pequeninos porque são fofinhos e pensam neles como brinquedos que quando os começam a cansar podem deitar fora. É triste, mas infelizmente é verdade.
Quando temos um cão é para toda a vida e ele passa a fazer parte da família, com todas as atenções a que tem direito como animal de estimação que é. Se não temos condições para os ter, para que os queremos? Para os abandonar quando nos sujam a casa ou queremos ir de férias? Deviam ter pensado nisso primeiro, não?!

Desculpa o texto longo e um pouco alterado, mas este assunto tira-me um pouco do sério!

Bom domingo para ti.

Jinhos :)

Milésimo disse...

Já deves saber um pouco da minha opinião em relação a esse assunto, quando escrevi "Vida de Cão".
Tambem eu tive animais desde pequeno e posso te dizer que tenho uma certa nostalgia quando me lembro de um cãozinho e de um gatinho que tive e que adoravam brincar juntos.
Já tinha visto alguns programas sobre atrocidades que fazem aos cães, inclusivé aqueles que entram em competições violentissimas e são ensinados a matar.
Infelizmente, apenas alguns deles têm a sorte de ter donos como nós.
O teu texto é um pequeno passo rumo á sensibilização das pessoas contra actos de terrorismo para com os animais.
Parabens pelo texto.

Beijinhos de cereja

antonio - o implume disse...

A crueldade destribui-se em mais do que duas patas...

Skywalker disse...

Ler este post ao som de "In the Arms Of The Angel" é realmente arrepiante. Sempre tive cães quando as condições se adequavam a isso. Hoje vivo num pequeno apartamento e seria desumano ter um cão aqui, apesar de gostar mito de cães o meu egoísmo não chega ao ponto de sacrificar a qualidade de vida de algum amigo de 4 patas só para me satisfazer.

Obrigado pelo texto.

Beijokas

Karochinha disse...

Eu vi esse programa dela e devo dizer-te que também chorei.....quero lá saber se é de "gaijas", afinal não sou "home", sou mesmo mulher e emocionam-me os maus tratos, a quem sejam e venham de quem seja! Eu fiquei impressionada com a capacidade que alguns seres humanos têm de conseguirem não ser dignos sequer de carregarem este título de "Seres", quanto mais de "Humanos"!

E eles, os nossos companheiros, os nossos amigos, a nossa família de 4 patas como lhes chamo, nem pedem muito, aliás, só querem Amor, carinho, atenção, miminhos e papinha! Será que é muito? O retorno deles é que é impagável!!!!

Beijocas
(esta é a minha música favorita, até me arrepiei)

Rafeiro Perfumado disse...

Não se pode etiquetar todos os criadores pela mesma bitola, mas que há muitas crueldades, sem dúvida. Da minha parte, sempre tive a convicção de nunca dar um cêntimo por um animal, há por aí demasiados a quererem atenção para que recursos sejam desbaratados.

Beijo!

Karlytus disse...

n é meu habito comentar por comentar nem comentar sem ler o post do principio ao fim porém admito q este post é uma excepção.. fiquei pela introduçao.. qd percebi q ias falar do q te fez chorar e q era sobre caes parei de ler.. é um assunto q me toca demasiado e q me faz sofrer..

infelizmente sei o quao terrível o ser humano consegue ser..

se fossemos mais animais n o seríamos tanto..

Um beijinho pra ti e uma semanita linda!

korrosiva disse...

Também vi esse programa, e infelizmente já tinha visto muitas daquelas imagens.

Adoro animais, AMO os meus, e seria incapaz de fazer mal a algum, mas bastante capaz de fazer muito mal a quem os maltrata.

Metem-me nojo essas amostras de gente!


Beijinhosss :)

Ninja! disse...

E entretanto a Oprah já ganhou mais uma fã! :P Mas o que dizes é bem verdade... Eu já estou a fazer a minha parte, tenho duas rafeiritas.

Salto-Alto disse...

As cadelas do meu gajo são duas rafeiras LINDAS! Ele ficou com elas porque os donos não as quiseram mais e ainda bem! :)

DANTE disse...

Não tenho estômago para ver essas cenas confesso :{
Mas mete-me nojo e tira-me do sério ver alguém fazer mal a animais sejam seus ou vadios.

Beijo :)

OnlyMe disse...

Um bom domingo para ti, linda!
Bom descanso.

Jinhos :)

sonhos/pesadelos disse...

Aralis, este post era para ser para ti linda, mas achei que o tema era forte demais e desapropriado, e o que passas agora já eu passei e vivo um pouco a medo de sentir de novo...mas o que ele me dá diaraiamente e eu a ele colmata qualquer futuro menos cor de rosa....
um bj endiabrado de muita força!!!

sonhos/pesadelos disse...

Kate, muito obrigada, ainda bem que gostaste nina!
bjs endiabrados

OnlyMe, como te entendendo...e não retiro uma virgula ao que disseste nina!
bjs endiabrados

Milésimo, não acho que sejamos "bons donos", acho é que nos compete assumir a responsabilidade do principio ao fim, é uma vida que cuidamos, amamos, criamos e que ao fim ao cabo dá-nos muiuto mais que nós a eles....mas assino em baixo ao teu comentário!!!!!!!!!!!!
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

António, a crueldade parte 90% das vezes de animais de 4 patas em vez de duas...
bjs endiabrados

Skywalker, concordo, e quando vivi em Lisboa via pessoas com cães de grande porte a passeá-los e a exibi-los na rua, mas que depois eram arrastados e confinados a pequenissimas varandas, há em todo o lado, mas talvez como era miuda fosse uma imagem que me marcasse....
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Karochinha, eles dão-nos muito mais a nós do que o contário...por vezes ainda mais do que quem tem 4 patas!
bjs endiabrados

Rafeiro, e como a Oprah fez questão de frisar, nem todos os cradores são assim, mas foi um alerta! o meu cão foi oferecido, tendo custado uma pipa de massa, o que me deixou fula!!!!!tive um rafeiro que foi a luz dos meus olhos, e não concordo muito com a venda nem preços pelo mesmo motivo que tu, há imensos que mereciam o mesmo carinho,mas já está já está....o meu Lobinho, como diz o Dante, rocks!!!!!!!
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Karlytus, agradeço o comentário...mesmo sem leres até ao fim, é um assunto que me deixa fula e com os nervos em franja, a crueldade...infelizmente existe a montes!!!
bjs endiabrados

Korrosiva, e tens uns miaus windos!!!!!!!!! cuida bem deles que o ronronar não tem substituição possivel, assim como o meu Lobinho quando adormeçe aos meus pés e vira bolinha de pelo..
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Ninja,sempre fui fã dela....e um ninja que se preze tem porurucas(tartarugas)mestras em artes do engano, como dizia a Iris quando era mais pequena, e cães meninas para dar e receber amor.
bjs endiabrados

Salto-Alto, ja são menos duas a viver dias de desespero e mais duas a receber o que merecem, miminhos a dobrar!!!
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Dante, o que mete mais nojo ainda é saber que essas pessoas existem de facto....
bjs endiabrados

OnlyMe, para ti tb e uma excelente semana nina!
bjs endiabrados

Sanxeri disse...

Sou louca por animais. Os meus tres gatuchos sao tratados como familia porque SAO FAMILIA.

sonhos/pesadelos disse...

Sanxeri, se os acolhemos na nossa familia, fazem parte dela, e como tal merecem o mesmo tratamento que damos aos outros. eu adoro o meu Lobinho e enquanto viver, assim vai ser.
bjs endiabrados