domingo, 8 de março de 2009


Na minha visita normais aos blogues, dei com um tema no Milésimo que acho de extrema importância, que aconselho desde já veemente a vossa visita, especialmente para quem gosta de blogues como o meu Sonhos, com uma tónica mais sensivel e poética. Espreitem que vale a pena,garanto!



O tema do ultimo post foi a Eutanásia, tema que suscita discussões ferverosas, duelos e batalhas entre o politicamente correcto e ético, e a sensibilidade e dignidade humana.
Eu sou completamente a favor dela, acho que temos o direito a decidir sobre a nossa vida, se o fazemos sempre, porque não na recta final?

Quem a pede, não o faz de ânimo leve, pensa nela e no sofrimento da própria familia, num aliviar de uma pena que ambos não pediram nem merecem.
Todos temos direito à nossa opinião sobre qualquer assunto que seja, desde que não seja imposta aos outros, mas não deixamos de ter direito a opinar...

Prolongar o sofrimento dos outros? Para quê? Para dizer que está ali, prostrado numa cama, sem poder ao menos aproveitar o pouco de vida que tem? Não poder fazer valer a sua vontade?
Teremos nós o direito de decidir sobre a vida dos outros dessa maneira? E pelo menos penso que não...

A posição da Igreja então minha nossa, como em tantos outros assuntos para mim vale zero... Não que não acredite nela ou a queira descredibilizar, mas para quem prega a dignidade, onde ela fica neste caso? Para poder manter mais uma alma no mundo terreno? Não dizem que o céu é maravilhoso? Então porque não dão a benção a quem vai sofrer interminávelmente?

Se somos donos e senhores das nossas decisões, acarretamos as responsabilidades dos nossos actos, quer queiramos quer não em tudo, aí não somos mais livres de as tomar?

Tanto havia para dizer sobre este tema tão bem escrito pelo Milésimo....


21 comentários:

Salto-Alto disse...

A eutanásia é um tema bem complicado, mas em relação ao qual eu não tenho uma opinião a 100% formada, precisamente porque acho que é sempre difícil estar-se do lado de cá e mandar palpites. Sim, eu acho que sou a favor, mas encontro sempre qualquer coisa que me faz pensar mais....

Rafeiro Perfumado disse...

Eu sou a favor que cada um de nós é livre de fazer o que bem entende com a sua pessoa, não podendo ser impedido por ideologias ultrapassadas.

Beijo!

JP disse...

Tema que estará em breve na ordem do dia...

OnlyMe disse...

Concordo inteiramente contigo e penso que cada um de nós deve ter o poder de decisão até à recta final sobre aquilo que nos pertence... o nosso corpo e alma.

PS. Deitei um olhinho ao blogue do Milésimo... 5*. :)

Jinhos :)

Antonio saramago disse...

É uma situação deveras dificil e eu muito sinceramente não sei se concordarei um dia com a Eutanásia.
é certo que se está num terrivel sofrimento, que pedimos a Deus que leve depressa o paciente, mas no fundo, no fundo, quando ainda o sentimos vivo, parece quwe ainda temos esperança de alguma coisa.
MUITO COMPLICADO.

Alguém disse...

Por acaso ainda não tenho uma posição definida quanto a isso... Dá que pensar e tem de se ter muita coisa em quanta. Muitas partes, muitos interesses, muitas possíveis e certas consequências...
Não sei ainda o que pensar, mas certamente que não é algo que se possa dizer de animo leve...

beijinho

DANTE disse...

È dificil dizer sim ou sopas em relação a este tema , mas não sou de todo contra o conceito em si.

Jokas :)

ps: assim que tiver mais tempo vou copiar o prémio e colar lá no meu blog. não vou cumprir as regras desculpa mas aceito-o com prazer. obrigado mais uma vez e desculpa a demora em fazer referência ao mesmo :{

Snoopy disse...

Eu tb sou a favor! e por favor se eu escrever mais algum texto estupido no meu blog por favor matem-me! :P

não, agr a sério! toda a gente tem direito a decidir kual o rumo q a sua vida deve tomar e uma decisão dessas n é feita de animo leve como ja referis-te!

pa mim n ha discussão possivel nisto!! é uma cena elementar, básica! pq deixar uma pessoa sofrer para o resto da sua vida?

Milésimo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Milésimo disse...

Ola amiga, desde já agradeço os teus elogios sobre o meu ultimo post no Milésimo.
Realmente a Eutanásia é um tema muito controverso, o sentimento com que escrevi sobre este assunto mostra bem de que lado estou nessa matéria.
Porquê prolongar sofrimentos quando pode haver um alivio para todos?
Eu o faria se fosse á minha mãe ou ao meu filho assim como quereria que o fizessem a mim.
E obviamente respeitando a opinião de cada um sobre tão delicado assunto.

Um Beijo de laranja

Karochinha disse...

Olá Sonhos / Pesadelos, realmente é um tema sobre o qual existe muita polémica, como a Igreja afirmar que ninguém pode fazer de Deus, quando no meio disto, Deus está em cada um de nós, em que ficamos? Confusos, claro que sim! Há uns tempos afirmei que se um dependente de drogas ou de qualquer outro vício que se possa considerar terminal ou nocivo decide o que bem entende sobre o rumo que dar à sua vida, se os fumadores compram um produto que está à venda no mercado e onde TODOS podem ler que MATA, assumidamente legal pelos governos, se existem todos os dias suicídios que não são considerados crimes porque razão haveria de ser a eutanásia maior crime que isto tudo? Cada um tem a sua liberdade, de expressão, de vida, de decisão e moralmente e eticamente qualquer tipo sofrimento é socialmente condenado e evitado a todo o custo e continuo a não compreender as razões que levam os tais moralistas e éticos a não chegarem a este entendimento!
Belo tema. Beijocas e bom final de semana

Ninja! disse...

Muito complicado isto, e não é fácil falar sem conhecimento de causa, mas devo dizer de forma geral me oponho.

sonhos/pesadelos disse...

Salto-Alto, nunca passei por uma situação destas graças a Deus, e claro que quando se está de fora é mais fácil opinar, com menos sentimentos a deturpar o juizo, não é um tema fácil...
bjs endiabrados

Rafeiro, penso de maneira igual...
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

JP, aguardarei pelo post então...
bjs endiabrados

OnlyMe, se decidimos em tudo na vida, pk não na morte, certo?
então a minha indicação ao Milésimo chegou a alguém, e gostou, ainda bem!
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

António, meu querido amigo, o meu tema é mais sobre o suicidio assistido, como viste em resposta ao teu post sobre o mesmo tema, e se alguém fala com conhecimento de causa és tu meu anjo...mas nem assim mudei a minha opinião.
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Alguém, não é de todo um tema fácil e muito menos a questão em si, mas temos o direito de opinar e formar uma opinião sobre ele, nunca sabemos senão seremos confrontados com ele na pele um dia nina...
bjs endiabrados

Dante, o meu blog é mesmo com o intuito de pensarmos sobre as coisas, mesmo que felizmente neste caso não tenhamos de passar por elas, mas a Eutanásia é uma realidade e um direito que nos assiste, á viagem leve ou ao sofrimento amargo.
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Snoopy, por mais que nos doa permitir que alguém parta, é mais altruista do que prender alguém a algo que não vale de muito...
bjs endiabrados

Milésimo, foste quem deu o mote ao meu post e brilhantemente diga-se!
o meu post tb mostrou o meu lado...
bjs endiabrados

sonhos/pesadelos disse...

Karochinha, até fiquei com inveja de ti....disseste tudo em meia duzia de linhas e eu levei dezenas delas e não o disse tão bem!!! não teria como me expressar melhor, concordo plenamente contigo e assino em baixo....
bjs endiabrados


Ninja, a liberdade de expressão é isso mesmo, permitir que cada um opine como vê e interpreta cada realidade. a vantagem dela mesma é o facto de opiniões e posições diferentes nos darem as versões de cada um e com elas aprender e crescer, por isso mesmo aprecio tanta a tua como a de quem concorda comigo, e te agradeço por a partilhares comigo!
bjs ás katanadas

Å®t Øf £övë disse...

Eu sou muito claro em relação à minha opinião. Penso que devemos ser donos das nossas decisões, por isso viver ou morrer deveria ser da responsabilidade de cada um, e não imposto.
Bjs.

JE disse...

Eu sou a favor. Beijos...

DANTE disse...

Sem dúvida , mas terás de concordar que tendo tu ou eu esse direito as pessoas que nos amam não o aceitarão de ânimo leve.
Não é o mesmo que mandar um cartão fora ou um jornal velho.
Agora também prefiro morrer e ter esse direito de escolha ao invés de passar o resto do tempo que tenho como um vegetal ou com uma qualquer doença que me cause dia após dia um sofrimento atroz.
È da nossa vida que estamos a falar é certo , mas somos egoistas ao pensar que só a nós a mesma nos afecta.
È complicado. È como dizes , há que reflectir.

Jokas :)